O noticiário dos jornais e telejornais sobre o avanço da pandemia no Brasil está se tornando repetitivo porque a imprensa não consegue romper a cruel espiral de recordes sucessivos no número de mortos e na reiteração constante das advertências sobre uso de máscaras, distanciamento social e vacinação.

Logotipo da Rede Jornalismo de Soluções (https://www.solutionsjournalism.org/)

O problema não está na insistência em cobrar as mesmas medidas preventivas para uma tragédia que está durando muito mais do que se previa. …


A checagem da veracidade de dados, fatos e eventos está se tornando um item crucial no espaço público municipal por conta de uma nova estratégia de desinformação que foi testada nas eleições norte-americanas de 2020 e que agora está sendo replicada em vários outros países, inclusive aqui no Brasil.

Ilustração Pixabay / Creative Commons

A nova estratégia, que nos Estados Unidos, foi rotulada de pink slime, em português gosma rosada, usa intensivamente robôs eletrônicos para disseminar mensagens políticas destinadas a pessoas que vivem em pequenas cidades ou em bairros periféricos das grandes metrópoles. …


A pandemia de Coronavírus colocou dramaticamente em evidência talvez o maior de todos os dilemas enfrentados pelo jornalismo desde a introdução das tecnologias digitais de informação e comunicação (TICs). Nós, os profissionais, estamos inseguros diante da escolha entre seguir a norma tradicional de observar imparcialmente o crescimento incessante da mortalidade, ou nos envolvermos na luta contra a doença e todos os problemas que ela provoca na economia e na política do país.

Ilustração Wikimedia / CC

Não é uma decisão fácil porque ela esbarra em décadas de rotinas, regras e valores entranhados no exercício da profissão. Além disso, a pandemia integra um contexto em…


Gradualmente, estamos começando a descobrir que a Covid 19 é mais do que uma doença que já matou em um ano 2,8 milhões de pessoas, o dobro das vidas perdidas nos 20 anos da guerra do Vietnã. A pandemia já é hoje um fenômeno social porque suas causas e consequências ultrapassaram o campo da medicina e da biologia para afetar questões econômicas, políticas e comportamentais.

Foto Pixabay / CC

Não é mais possível pensar em combater o avanço da mortalidade no mundo inteiro sem levar em conta que o vírus só produz os efeitos letais que nos assustam porque encontra condições socioeconômicas favoráveis à…


Eu e você leitor somos corresponsáveis pelas 280 mil mortes de brasileiros em consequência da Covid 19. Somos também a razão pela qual milhões de compatriotas estão conseguindo sobreviver à pandemia. Este paradoxo é uma consequência do fato de estarmos enfrentando uma doença que possui características muito especiais. A cura não está na vacina, mas na participação de familiares, amigos, colegas, vizinhos e até de gente que nunca vimos e provavelmente nunca veremos.

Enterro de vitima da Covid / Manaus / Wikimedia — CC

Dizer que somos corresponsáveis pela atual matança de brasileiros não é exagero não. É a simples constatação de que se eu e você não frearmos a propagação…


O agravamento da pandemia do Coronavírus mostrou as graves consequências dos chamados “desertos noticiosos” no interior do Brasil, onde a população tem muita informação sobre a vacinação nas metrópoles do país ou do exterior, mas não sabe qual a farmácia que está aberta num domingo de tarde. Os moradores de pequenas cidades estão desorientados e inseguros em quase tudo o que se refere à imunização contra a Covid 19.

É um problema que está afetando boa parte dos municípios brasileiros, especialmente aqueles com menos de 50 mil habitantes cujas populações não têm experiência prévia com mobilizações em massa contra uma…


O meio jornalístico é normalmente quase bucólico nas pequenas e médias cidades, mas muda rapidamente quando algum interesse local político, financeiro ou familiar é questionado. Quando isto acontece, a guerra é declarada e travada com uma intensidade que surpreende os profissionais das metrópoles, onde os conflitos provocados por informações divergentes são quase diários.

Foto Wikimedia / Creative Commons

O jornalismo local é visto com um ar de contido desdém pelos profissionais dos grandes centros justo porque é considerado como uma atividade sem grandes emoções, quase burocrática, um empreendimento familiar. …


Facebook, Google e Apple deflagraram uma guerra virtual a pretexto de promover a privacidade individual, mas que na verdade é um mega conflito para decidir quem vai capturar a maior quantidade possível de dados deixados na internet pelos quase cinco bilhões de usuários da rede em todo o mundo.

Ilustração FreePhoto / Creative Commons

Amazon e Microsoft também estão de olho no desenrolar da briga que é a maior já protagonizada pelos cinco maiores conglomerados empresariais da era digital, todos eles centrados no ativo mais valorizado dos tempos modernos: a informação.

Se você pensa que eles só querem espionar suas conversas, compras e fontes de…


A rede social Facebook decidiu “peitar” o primeiro-ministro australiano Scott Morrison numa atitude que pode mudar o rumo das relações entre as cinco gigantes de Silicon Valley e os jornais impressos de todo o mundo. Se Morrison conseguir que o Parlamento de seu país obrigue as redes sociais a pagarem pelas notícias e informações que publicam, a medida inevitavelmente será imitada pelo resto do mundo.

Ilustração Pixabay / CC

O Facebook baniu de sua rede esta semana, na Austrália, tudo o que a empresa considerou como notícia, gerando uma comoção no país porque até a previsão do tempo foi bloqueada. Se o susto dado…


Ainda bem!!! Finalmente estamos começando a nos convencer que vender notícias não é a função principal do jornalismo. Isto tudo graças às tecnologias digitais de informação e comunicação (TICs) que lograram reverter o espírito do jornalismo para a seu objetivo original: servir ao público.

Não é uma mudança que vai acontecer da noite para o dia porque a comercialização da notícia está entranhada no modelo cultural predominante até agora. Não se acaba com um sistema como este por decreto e nem usando a repressão. …

Carlos Castilho

Brazilian journalist, post doctoral researcher, teacher and media critic

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store